Tuesday, May 22, 2007

Cutty Sark - O Último Grande Clipper da Rota do Chá





Prefiro recordá-lo como era, em doca seca exposto em Greenwhich, Londres do que como ficou, quase reduzido a cinzas, depois do incêndio de origem criminosa que ocorreu em 21 de Maio de 2007...lançado ao Mar na Escócia em 1869, o Cutty Sark navegou os sete mares e protagonizou as viagens da rota do chá entre a China e a Grã - Bretanha.
Curiosamente, entre 1895 e 1922, o clipper pertenceu a Portugal, "baptizado" como Ferreira e "Maria do Amparo", tendo sido depois comprado pelos ingleses que o restauraram e o colocaram em exposição em Greenwhich, onde foi visitado por mais de 15 milhões de turistas.
“This ship was a legend in its lifetime. What is special about the Cutty Sark is the timber, the iron frames, that went to the South China Sea. To think that is threatened in any way is unbelievable.”
Este navio foi uma verdadeira lenda no seu tempo. O trabalho de construção artesanal em madeira e ferro fez deste veleiro uma peça única na história mundial da marinha mercante.
O Cutty Sark foi construído para fazer no menor tempo possível a viagem entre o mar do sul da China e a Grã-Bretanha com a sua carga preciosa a bordo - o insubstituível chá da "dieta britânica".
Podemos apreciá-lo num curto video-clip na doca seca de Greenwhich, http://www.vrlondon.com/vr/london/gren1.shtml
Pouco resta do Cutty Sark para memória futura, embora os especialistas garantam que a reconstrução é muito difícil mas possível...
A barbárie do "fogo posto" é um fenómeno mais global do que se imagina.
Pasme-se até na fleumática "Velha Albion"... "The Raiders of the Lost Sark", título do sensacionalista "The Sun" - mais uma pérola do tétrico humor britânico :-)
So long, Cutty Sark !

7 comments:

Pequenina said...

Temos mais piratas a fazer-te concorrência!! ;) Um beijinho

Su said...

gostei de saber

jocas maradas

pstt e não esquecassssssssssss

------ me casa es tu casa

Maria said...

Fiquei chocada ontem quando vi a notícia, mais ainda quando vi o Cutty Sark em cinzas.
O que se salvou não deve ser passível de reconstrução.
E, depois, se tentaram reconstruí-lo, terão que ser muito fiéis no pormenor, senão... não é o Cutty Sark... que vi algumas vezes passar aqui, mesmo em frente, nas regatas onde ele e outros veleiros participaram...
É uma pena.
So sorry...

triliti star said...

reconstrução!!
é sempre outra coisa.

Lu said...

Sou uma apreciadora de chá, mas não sabia nada disto.

Beijinhos.

Joshua said...

Jovem amigo, obrigado pelas tuas muitas e boas intervenções. Vejo que estás muito (e bem!) atento.

Este tempo é um tempo pardo, onde os demónios estão à solta e os abusos permanecem impunes.

Veremos o que sucederá.

Um grande e sentido Abraço, Pirate!

anjoedemonio said...

mais uma "referência"! tive imensa pena!

b&a